Artigo do NYP sobre o musical da Cher

CherSPArtebanner

HEY LOVELIES! Graças ao feriado tivemos um tempinho de atualizar o site e traduzir este artigo do The New York Post sobre o musical da Cher!

A curiosidade no meio do texto bem que poderia ter se tornado realidade, né? Bem. Vamos deixar vocês lerem primeiro. rs

Esse é um show da broadway que vai ter uma verba altíssima para figurinos: “Cher: O Musical.”

O ícone do pop twittou há alguns anos que gostaria de fazer um musical sobre sua vida. Ela conheceu o roteirista veterano Rick Elice para discutir algumas ideias. Tudo por baixo dos panos, até essa semana.

Amanhã, Elice vai apresentar a primeira versão do roteiro para os produtores do show: Jeffrey Seller, que está bombando com “Hamilton,” e o fabuloso Flody Suarez, um antigo produtor de TV que plantou a ideia do musical na cabeça da Cher.

“Pode ser que eles me tranquem numa van e mandem sumir comigo depois de ver o que fiz com a vida dela”, diz Elice. “Ou vou começar a fazer o que Arthur Laurents sempre disse sobre musicais, ‘Eles não são escritos. São reescritos”

Elice vai apresentar este primeiro script para a própria Cher no dia 20 de maio, dia do aniversário de 70 anos dela.

Ele está determinado a não fazer apenas um musical biográfico, mesmo que ele tenha tido muito sucesso com Marshall Brickman por terem escrito “Jersey Boys,” sobre o grupo Four Seasons, que está em cartaz no Teatro August Wilson desde 2005.

O problema com a Cher, diz Elice, é que “a vida dela é tão bem documentada que não há muitas coisas que não sabemos sobre ela. Eu nunca fui um fã fanático da Cher, mas quando comecei a escrever, fiquei surpreso com a quantidade de coisas que eu sabia.”

Fontes dizem que o musical vai apresentar ao público a vida da Cher como criança, como esposa do Sonny Bono e como a mulher que encontrou o sucesso – e seu status de lenda – sozinha.

Três atrizes devem interpretá-la nessas três fases. Todas devem ter longas pernas.

Especula-se que Cher possa aparecer uma vez ou outra no fim do show como a Cher atual, mas isso provalvelmente não deve acontecer.

A vida dela é certamente grande o suficiente para um musical. Nascida Cherilyn Sarkisian LaPiere em Los Angeles, com uma mãe que lutou para ser atriz enquanto trabalhava de garçonete em contra turno. Sua família se mudou diversas vezes e nunca teve muito dinheiro. Ela até chegou a viver num orfanato.

Desde jovem, Cher sabia que queria ser famosa. Ela trabalhava como backing vocal em LA quando conheceu Sonny Bono, que também lutava para alcançar o sucesso, em 1962. Juntos eles chegaram ao topo e tiveram inclusive um fabuluso programa de TV, “The Sonny & Cher Comedy Hour.”

Depois do divórcio em 1975, Cher se reinventou, primeiro como cantora, depois como atriz. A primeira grande aparição como atriz foi no musical da Broadway de 1982 “Come Back to the 5 and Dime, Jimmy Dean, Jimmy Dean.” Mike Nichols a viu e a escalou para “Silkwood,” quando começou a outra fase de sua carreira: estrela do cinema.

(Curiosidade que poucos sabem: “Jimmy Dean” foi a única vez em que Cher apareceu na Broadway, mas seu amigo (e ex namorado) David Geffen insistiu para que ela interpretasse Grizabella em “Cats,” que ele produziu com os Shuberts.)

“Cher: O Musical” — esse é apenas o título provisório, gente — vai tratar de todos os aspectos da vida dela ao som de hits como “I Got You Babe,” “Gypsies, Tramps and Thieves,” “Take Me Home,” “Believe,” “If I Could Turn Back Time.”

“Até agora, trabalhei nisso sozinho — bem, eu e o iTunes,” diz Elice.

Ele deixou este trabalho um pouco de lado ano passado para cuidar de seu marido, o grande Roger Rees, que estava com um tumor no cérebro. Rees faleceu em julho de 2015. Três meses depois, Cher ligou. Ela sugeriu retomar o trabalho junto com ele e o convidou para passar um tempo com ela em sua casa em Malibu.

Elice diz: “Eu pensei, se o Roger estivesse aqui, a primeira coisa que ele diria seria, ‘Pegue esse avião neste exato momento e vá para a casa da Cher!’ Quer dizer, se você quer reunir a raça humana, porque não fazer isso com a Cher?”

Cher faz novo show privado na Áustria

Caust12banner

A viagem da nossa diva para a Europa parecia turismo mas não era. Cher foi trabalhar. Mas não foi só isso…

Vamos por partes. Primeiro, vamos falar do porquê do show. Depois, fotos e vídeos.

Todos sabem que Cher é muito sincera e fala tudo o que pensa. Uma das “filosofias” que ela acredita é que civis não devem ter posse de arma (que é liberada nos Estados Unidos). Volta e meia somos pegos desprevenidos com notícias de mortes envolvendo armas de fogo. O caso de um menino negro que foi morto a tiros na rua de sua casa, há alguns meses, deixou a Cher revoltada.

Por coincidência, ontem tivemos um outro caso de morte com armas de fogo, quando dois jornalistas foram mortos durantes uma transmissão ao vivo.

Pois bem. Cher foi para a Áustria buscar apoio para uma fundação que ela quer criar para ajudar jovens que sofreram com algum episódio envolvendo armas de fogo (seja com a perda de parentes ou sendo eles mesmos as vítimas). Ela teve essa ideia foi lá buscar o apoio da Catherine (que acreditamos ser a Catherine Ashton, ex-representante da União Europeia para os Negócios Estrangeiros e a Política de Segurança) que, segundo ela, tem um coração enorme e certamente vai ajudá-la. Pelo que a diva disse no Twitter, elas não se conhecem muito bem mas Cher tem certeza de que ela apoiará a ideia.

Agora há pouco, Cher twittou sobre essa história:

Tive que confessar para uma estranha tudo o que eu sinto sobre isso. Fiz um show para poder conhecê-la e falar pra ela dos efeitos que a violência com armas de fogo tem sobre a vida dos jovens. Sem hesitar, pedi que ela se comprometesse. Acho que depois do susto de eu falar que foi até a Áustria só pra conhecê-la e para implorar que ela ajudasse os nossos jovens, ela entendeu. As histórias estão cada vez mais loucas (se referindo ao episódio dos jornalistas ocorrido ontem) e, se o governo não pode ou não vai mudar as coisas, nós, civis, temos que tentar fazer a diferença.

ETERNA DEUSA DIVA SUPREMA! Que mulher é essa gente? Esquematizar um show na Áustria só pra conhecer uma pessoa? É muito poder. rs

Esperamos que a Catherine realmente ajude a Cher nesse projeto.

E agora que tá tudo explicado… Vamos às fotos e vídeos! (Que serão atualizados ao longo do dia e que serão, também, compilados em um álbum no Facebook em breve)

O show aconteceu no Glock Horse Performance Center, em Treffen, na Áustria. Ainda não temos o setlist (e nem sabemos se teremos) mas Cher chegou a ensaiar, além das músicas que são meio óbvias pelos figurinos das fotos abaixo, Welcome To Burlesque, Strong Enough e Woman’s World.

11875524_693113020818748_440400862_n

11326999_444955629044812_2078510847_n

11250042_613474372127543_53033841_n

11881757_1722852424609890_2005753217_n

Cher pode ter videografia disponível no VEVO

Cher finalmente no VEVO? Será que esse dia vai chegar? Parece que sim!

Segundo uma notícia postada no fórum da BChartsBR, a WBR (Warner Bros. Records, gravadora da Cher) está com um novo CEO e ele está interessado em firmar uma parceria com o VEVO.

Das 3 grandes gravadoras (Sony, Universal e Warner), a WBR é a única que não disponibiliza a videografia de seus artistas na plataforma.

A página da Cher no VEVO tem, hoje, apenas 4 vídeos: os dois clipes da era Love Hurts (lançado pela Geffen, hoje da Universal) e o clipe de Welcome to Burlesque (pertencente à trilha de Burlesque, que saiu pela RCA, da Sony.)

Há, hoje, no youtube um canal Cher VEVO mas gostaríamos de esclarecer que não é oficial, apenas uma forma de divulgação da videografia da diva por parte de nós, fãs (já que a Warner não ajuda. Ou não ajudava…)

Caso o acordo com o VEVO seja fechado, a plataforma contará também com praticamente toda a videografia da Madonna (Todos os discos dela até o Hard Candy (2008) foram lançados pela Warner. O MDNA (2012) foi o primeiro pela Interscope), Marina And The Diamonds, Coldplay, entre outros.

Ginasta brasileira ganha medalha no Pan ao som de Cher

Nesta semana, a ginasta paranaense (e hexa campeã brasileira) Angélica Kvieczynski​ ganhou a segunda medalha dela nos Jogos Pan Americanos de Toronto.

É a sexta medalha da atleta nessa competição, já que ela ganhou outras 4 em 2011 na edição realizada em Guadalajara.

Essa medalha também foi a 100ª conquista do Brasil nessa edição dos jogos.

E essa medalha tão especial veio na fita e…

Bem… Deusa Cher estava presente lá e abençoou a nossa atleta! rs

Angélica escolheu Welcome To Burlesque para ser trilha da apresentação!

Mandamos o link para a Cher no Twitter e ela nos respondeu dizendo: “Ela é um milagre!”

Cher é a nova garota propaganda da Marc Jacobs

Nossa diva (e eterno ícone fashion) nos surpreendeu hoje pela manhã.

Cher foi anunciada no Instagram da grife Marc Jacobs como garota propaganda da coleção outono/inverno 2016 da marca.

CherMJacobs1

A legenda do post diz:
A incrível e linda CHER! Fotografada por David Sims para a nossa campanha outono/inverno… Esse é só o começo… Há mais por vir!

As revistas e sites tem dito que “agora os rumores da época do Met Gala fazem sentido, quando ela chegou acompanhando o Marc” mas… Nunca teve artigo nenhum sobre isso na época, gente! Só se pensaram e guardaram pra si mesmos. hahahaha

Parece que agora descobrimos o que a Cher estava fazendo em Nova York num estúdio fotográfico na tarde do MET Gala

Ter mulheres mais velhas como garotas propaganda tem sido tendência entre as grifes, com nomes como Joni Mitchell e Joan Didion estrelando suas campanhas.

Sabe o que a gente quer? MUITA foto da Cher com looks belíssimos e… porquê não uma aparição vestindo algo incrível em alguma festa da grife?

Rainha né mores… rs

10 coisas que adolescentes de hoje devem saber sobre a Cher #HappyBirthdayCher

Cher é única. A eterna mãe do pop está se aproximando dos 70 e ainda está arrasando mais do que qualquer diva teen da atualidade. Do Twitter que nos diverte até o retorno da Dressed To Kill Tour (que ela cancelou devido a problemas de saúde mas que vai retomar assim que possível), aqui estão 10 coisas que todos os fãs teen da Ariana Grande e outras cantorar pop devem saber sobre a Cher.

Atenção turma…

1. Ela é a estrela do pop original — sim, antes até da Madonna.

Se Madge é a Rainha do Pop, Cher é indiscutivelmente a Deusa. Seu primeiro álbum, All I Really Want to Do, foi lançado em 1965, mais de 15 anos antes da Madonna e suas companheiras dos anos 80 como Cyndi Lauper, Janet Jackson, e Paula Abdul surgirem na mídia. Os vídeos teatrais da Cher, a exploração da sexualidade e performances polêmicas foram revoluções importantíssimas para o cenário pop da época. Por consequencia, ela literalmente abriu caminho para Madge e Jackson serem inspirações para Britney Spears, Beyoncé, e outras popstars.

2. Ela tem o senso fashion #ARTPOP muito antes da Lady Gaga.

Oscar

Enquanto GaGa é vista como a cantora com os figurinos mais exóticos, Cher fez isso primeiro. Olhem esse moicano gigantesco que ela usou na cerimônia do Oscar em 1986 Academy Awards — quatro dias antes da Lady GaGa nascer.

3. Ela popularizou o autotune

Em 1998, ela lançou Believe, seu single de maior sucesso até hoje. No entanto, em várias partes da música, a voz dela não soa como Cher. Ao invés disso, ouvimos uma voz quase robótica, com as ondas dos vocais distorcidas, feita com uma ferramenta até então não muito conhecida chamada Auto Tune. O sucesso gigantesco da música levou outras artistas como Madonna e Spears a usar o Auto Tune. Críticos logo apelidaram a ferramenta de “Efeito Cher” por casa do impacto de Believe. (P.S.: Believe é o single feminino solo mais vendido no UK até hoje).

4. Ela é uma das poucas cantoras que consegue atuar com a melhor das atrizes

Meryl Streep aprova isso. Cher tem 12 filmes em seu currículo, mais do que qualquer outra cantora da atualidade. Seus melhores trabalhos incluem Silkwood (1983), Mask (1985), e Feitiço da Lua (1987), que lhe rendeu seu Oscar de Melhor Atriz. No vídeo abaixo, você pode ver Streep — que foi nomeada na mesma categoria naquele ano por Ironweed — levanta e comemora quando Cher ganha o prêmio. Quando você tem a aprovação da Rainha, significa que você fez bem feito.

5. Suas músicas atuais são tão pegajosas quanto as da Britney.

Apesar das músicas da Cher não terem o mesmo impacto nas rádios como antigamente, elas continuam tão pegajosas e divertidas como qualquer música da Katy Perry ou Britney nas rádios. Sim, “Believe” e “Song for the Lonely” são clássicos atemporais, mas as músicas novas da Cher como Woman’s World e Take it Like a Man merecem ser apreciadas.

6. Ela não tem medo de se aventurar musicalmente

Das músicas dance de seus últimos álbuns como Living Proof (2001) e Closer to the Truth (2013) até as faixas folk-rock dos discos dos anos 60, Cher teve sucesso nessa troca de gêneros mais do que suas colegas. Enquanto Madonna e Taylor Swift exploraram gêneros que fazem parte do senso comum, Cher não teve medo de abandonar seu estilo em favor de algo novo (Seu álbum quase soul “3614 Jackson Highway” de 1979 não tem nada a ver com Believe, e isso é muito legal)

7. Ela é a única artista a ter um #1 na Billboard em cada uma das últimas seis décadas

Se você achou que Cher é irrelevante, pense de novo. Como seu single de 2010, “You Haven’t Seen the Last of Me,” que alcançou o topo da Billboard Hot Dance Club chart, Cher concretizou seis décadas de singles de sucesso. Ainda estamos esperando outra pessoa fazer isso.

8. Ela é a diva do Twitter também (então dê follow agora!)

Rihanna e Selena Gomez podem ter mais seguidores, mas ninguém domina a arte do tweet como Cher. O excesso de pontuação, frases irreverentes e perguntas filosóficas são quase tão lendárias quando a música dela.

9. Seu feminismo é tão forte quando o da Beyoncé, se não for ainda maior.

A revista Ms. a chamou de “uma autêntica heroína feminista” nos anos 80, e isso não poderia ser mais verdade. Seu estilo ousado nos anos 70 era radical demais para as mulheres da época, e ela continuou a advogar em prol das mulheres depois dos seus 60 anos. Quem consegue esquecer o hilário PSA de 2012 ao lado da Kathy Griffin? (Assista ao vídeo com a tradução clicando aqui)

10. Ela não vai a lugar algum (Obrigado, Deus… ou melhor… Obrigado, Cher)

Após se recuperar de uma infecção renal, estamos na expectativa de muita coisa boa da Cher nesse ano. Ela disse que quer voltar com a Dressed To Kill Tour em 2015, turnê muito elogiada pelos críticos. Além disso, um musical para a Broadway está sendo preparado (e provavelmente produzido pela Cher) sobre a vida dela! O coração de vocês aguenta? Com esses projetos excitantes para o futuro, parece que ainda não chegou a hora dela se despedir.

Leia o artigo original da VH1, que foi traduzido para esse post, clicando aqui

Cher e Marc Jacobs no Met Gala: Dupla dos sonhos

cbannmetmarc

Nossa deusa deu o ar da graça no Met Gala 2015, ontem à noite. O baile, orgnanizado pela Vogue, é realizado no Museu Metropolitano de Nova York e reúne anualmente a high society fashion. Para ver fotos da Cher ontem à noite, clique aqui.

Cher participou da edição de 1974 que entrou para a história (leia mais clicando aqui) e outra vez em 1997.

E porque, de uma hora pra outra, ela resolveu aparecer? Simples: Marc Jacobs gostaria de ter a companhia dela.

Os dois são tema de um artigo do The New York Times de hoje que nós traduzimos abaixo. É uma boa leitura pra começar a semana.

No Met Gala, Cher e Marc Jacobs formam a dupla dos sonhos

Espremida em um elevador no Four Seasons com alguns membros de sua equipe, Cher teve um momento de dúvida:

Eu acho que tenho muito peito“, disse ela. “Mas nunca pude resolver isso.” Ela fez uma pausa e acrescentou: “Eu acho que vestidos ficam mais bonitos em cima de uma cama, num cabide, vazios.

Marc Jacobs, seu “encontro” para a noite e designer do vestido que ela não poderia deixar num cabide em cima da cama, correu para tranquilizá-la. “Às vezes“, disse ele. “Depende. Eu acho que você está ótima. Eu não me preocuparia com isso.

Eles estavam descendo da suíte Royal (clique aqui para conhecer o quarto), onde um punhado de estilistas e assessores estavam preparando a diva, ajudando-a a encontrar a bolsa certa (a escolhida foi uma da Bulgari) entre 30 opções para combinar com os tons de verde-escuro do vestido de lantejoulas, o anel certo (do designer britânico Stephen Webster) e ajudá-la a fixar o cabelo de direito. Sr. Jacobs, 52 anos, garboso em um smoking feito sob encomenda de seu alfaiate inglês (cujo nome lhe escapou no momento) (…) esperou algum tempo fora do hotel, na 58th Street, fumando, e então usou um spray pra tirar o cheiro do cigarro, parecendo um adolescente ansioso para seu baile de formatura. “Muito raramente eu fico nervoso desse jeito“, disse Jacobs.

11142908_423133261193621_1543247288_n

Na noite do Met Gala, ele pode se sentir como se a lei da gravidade tivesse mudado e todas as celebridades tivessem sido atraídas em direção à Quinta Avenida e aos hotéis em torno dela. Nessa mesma região, estavam hospedados Harvey Weinstein (…) com sua esposa, a designer de Marchesa Georgina Chapman, seu co-criador, Keren Craig, e Ellie Goulding, sua convidada popstar. Mas, mesmo em um evento que roubou de Hollywood todas as suas estrelas, pelo menos por uma tarde, Sr. Jacobs e Cher emergiriam como o casal indiscutível da noite.

Sr. Jacobs estima ter ido a 20 ou 25 Met Galas, e já teve inúmeras acompanhantes – de Lil ‘Kim a Kate Moss – mas Cher é, bem, Cher. Depois de 50 anos no show business (a data exata do aniversário é em agosto, observou ela), ela é apenas Cher. Um único nome conhecido pelo mundo. Seu poder de estrela é tal que ela tem toda uma indústria de imitadores pelo mundo, tanto visualmente quanto literalmente. (Para ter uma ideia, comece observando algumas estrelas que dividirão espaço no tapete vermelho com ela no Met Gala e então pense em um bar em Vegas com drag queens.)

Este tem sido um sonho meu por muito, muito tempo“, Jacobs tinha dito nos dias que antecederam o evento. Ele cresceu vendo Sonny e Cher, atraído por ela, pelos figurinos do Bob Mackie que ela usava. (Ela afirma ter sido a primeira pessoa a mostrar seu umbigo na TV.) “Outros meninos estavam fascinados por outras coisas“, disse ele melancolicamente. “Eu era tipo, não, eu realmente prefiro ver o que Cher vai vestir esta semana.

05CHERMARC-master675

Ele tinha trabalhado nos últimos dias para adaptar e personalizar um vestido de sua coleção de outono, uma coleção inspirada Diana Vreeland, editora da Vogue, que era, como Cher, uma apreciadora do extravagante e o improvável. (Quando a Sra. Vreeland conheceu Cher em uma festa para Jacqueline Kennedy, ela admirou-se com a forma de seu rosto e imediatamente decretou que ela tinha de aparecer na revista.) Juntos, Cher e o Sr. Jacobs selecionaram um vestido de bolhas detalhadas em escala de lantejoulas da coleção, cuja cor foi escurecida para torná-lo mais sóbrio e cujo decote foi aumentado vertiginosamente. Em seguida, ele estava de pé ao lado dela em um elevador do hotel de Nova York, pronto para ir para ao baile.

Eu estou tendo essa visão romântica de como deve ter sido ser Sonny, estando em pé ao seu lado“, disse ele. “O cara baixinho, sabe?

11192622_733278696783354_1868421911_n

Cher não é debutante no Met Gala. Ela tinha ido três vezes antes, mais recentemente, em 1997, no braço de Donatella Versace, e a mais famosa em 1974, quando ela usava um vestido transparente com plumas criado pelo Sr. Mackie (…) Sua melhor amiga, Paulette Howell, que estava com Cher no baile em 1974 e novamente em 2015, lembrou que o Sr. Mackie fez um vestido para ela naquela primeira vez mas ele queria ter certeza de que não roubaria a cena “Ele não queria que nada interferisse no seu momento“, disse ela.”Ele disse: “Você vai usar um vestido preto e branco que eu vou fazer”

11240764_839980546049938_1771202892_n

Quando Sr. Jacobs convidou Cher para o evento, o convite era bom demais para recusar, mesmo que eles tenham se encontrado apenas de passagem ao longo dos anos. Ele lembrou-se da primeira vez que viu a Cher (e foi cumprimentado por ela), na época em que era adolescente e trabalhava na Charivari, uma boutique na 72nd Street. Anos mais tarde, ele levou um namorado para um dos show dela em Las Vegas e foi conversar com a diva no camarim.

Mesmo sem muito contato, ela exerceu uma forte influência sobre o Sr. Jacobs. Sua última coleção para Louis Vuitton, onde foi diretor artístico até 2013, foi complementada gigantes adereços com penas pretas nas cabeças das modelos, lembrando um look da Cher. Ele dedicou o desfile para uma longa lista de mulheres que o inspiraram, incluindo Cher e Sra Vreeland, e “ao showgirl em todos nós.”

LV8039web

Mas, sentada ao lado do Sr. Jacobs em um sofá em um estúdio fotográfico no dia anterior, ela não parecia ser a diva Cher. Vestida casualmente com um casaco e leggings, bebendo um chá, com as pernas dobradas, ela encontrou uma persona zen. Ela falava lenta e deliberadamente, e emitiu o que parecia ser a satisfação e retenção de uma só vez, como os agudos e os graves de um zumbido de baixa freqüência.

Eu sou o tipo de pessoa estranha em eventos“, disse ela, “a menos que eu vá com alguém que eu conheça. Eu sou muito tímida.

Um repórter uma vez não acreditou na suposta timidez de uma mulher que ficou famosa vestindo uma jaqueta de couro e um bodysuit em um navio entretendo um monte de marinheiros no clipe de If I Could Turn Back Time quando tinha seus 40 anos (Agora ela é uma eterna 68)

No palco, eu tenho 5 metros de altura“, disse ela. “Mas em um ambiente normal, é um pouco mais difícil. Você tem que se ampliar. Eu fico um pouco nervosa em multidões, amplificando-me“.

A ousadia dela não se sobrepõe à sua vulnerabilidade. Há a Cher provocativa, que selecionou sua roupa favorita de todos os tempos – o frisado bustiê com saia de Bob Mackie que usou no Oscar de 1986, com um moicano – depois que ela não foi indicada ao prêmio por “Mask”. “Alguém disse:” A Academia não ama a Cher porque ela se veste de uma maneira louca e namora só homens mais novos‘”, disse ela. “Então eu pensei: ‘Você quer ver a louca? Eu vou te mostrar a louca’.” Mas há o lado dela que se lembra das críticas que recebeu. “Nem todo mundo amou“, disse ela. “Você recebe um monte de críticas.” E, em seguida, ela disse: “Você chora e segue em frente.

Sr. Jacobs pode simpatizar com essa história. Em um momento Cher, ele usou um vestido de renda e bermudão branco para o Met, há três anos, embora ele tenha dito que não ligou para o que a imprensa disse. “Você tem que se sentir muito bem sobre si mesmo no momento em que você decide sair de sua casa como um homem de 49 anos de idade em um vestido de renda“, disse ele. “Mick Jagger falou pra mim: ‘Essa é a melhor roupa da noite.’

11655-marc-jacobs_650x478

No Four Seasons, no caminho para o Met, nem o Sr. Jacobs nem Cher estavam vestido algo chocante. O cabelo do Sr. Jacobs foi meticulosamente separado, seu smoking (Huntsman de Savile Row, lembrou-se ele) era muito tradicional. E Cher, apesar do profundo decote de seu vestido e a fenda lateral alta, tinha deixado a provocação para as Lady GaGa’s e companhia, que seguiram seu caminho. Ela estava linda, para não usar a única palavra adequada, fabulosa.

Não se tratava de alguém querendo se mostrar ou fazer algo para superar alguém“, disse Jacobs. “Eu acho que Cher estar lá vai ser um grande momento. Eu tenho certeza disso.

Tem que ser um momento suficientemente grande que, mesmo com 20 ou mais Galas na bagagem, ele estava nervoso – mais nervoso, disse ele, do que no ano passado.

Cher entra no carro.

Eu vou cuidar de você“, disse Cher. “Agora que você está nervoso, eu tenho que ser forte.

05MARC5-articleLarge

E com isso, apropriadamente amplificada, eles saíram do hall do hotel na 58th Street em um Bentley marrom-chocolate e foram para o baile, deixando para trás o hall com fãs que seguravam cópias em vinil de “Prisoner” de Cher e “Take Me Home”.

Venda de ingressos para a #D2K amanhã?

bannerdtk3

Antes de começar o post… Vamos fazer uma retrospectiva:

- A Dressed To Kill Tour começou dia 22 de março de 2014 em Phoenix, Arizona, Estados Unidos, com 49 shows agendados. O último show seria realizado no dia 11 de julho de 2014 em San Diego, Califórnia.

- No dia 20 de maio de 2014, Cher anunciou que mais 27 shows foram adicionados ao calendário da turnê. Esta segunda etapa, que contaria com novos figurinos feitos pelo Bob Mackie, começaria dia 11 de setembro de 2014, em Albany, no estado de Nova Iorque.

- No dia 11 de julho de 2014, o último show da primeira parte foi realizado e os fãs ficaram na expectativa para o dia 11 de setembro, quando os novos figurinos estreariam.

- Poucos dias antes do dia 11, Cher anunciou que as 10 primeiras datas da segunda parte da turnê tinham sido remarcadas. A turnê recomeçaria no dia 4 de outubro, no Air Canada Centre. (Curiosidade: O show do dia 7 de abril, realizado neste mesmo local, foi a apresentação com a maior arrecadação da turnê. A #D2K arreacdou 1.7milhões de dólares naquela noite.)

- Mais uma vez os shows foram remarcados e a turnê começaria no dia 9 de novembro em Lubbock, Texas.

- No dia 21 de novembro, Cher anunciou que os shows da turnê tinham sido adiados por tempo indeterminado. Como todos sabemos, ela precisou ficar em repouso para se recuperar de uma infecção renal.

BEM… Retrospectiva feita, vamos à notícia:

Recebemos um link de um lovelie no Facebook que continha uma contagem regressiva. Essa contagem está no site do Bob Mackie, o responsável pelos novos figurinos da turnê. Essa contagem acaba amanhã, às 16h segundo o horário de Brasília. Em Malibu, onde a Cher mora, será meio dia.

O nome da página é Contagem pra Cher. Há uma foto promocional da turnê (clique aqui para ver), um parágrafo que descreve toda essa história que falamos aqui em cima… Cita que a turnê voltaria dia 4 de outubro… E então há um outro parágrafo com o seguinte texto:

“É isso aí! Faltam apenas algumas semanas para que a Cher oficialmente volte com a segunda parte da sua popular turnê “Dressed to Kill” no Air Canada Centre, em Toronto. Estreando novos figurinos feitos por Bob Mackie, esse é um concerto que você não vai querer perder. (…) Estaremos cobrindo a noite de estreia em nossas redes sociais e levaremos a vocês o melhor dos bastidores e do show. Fiquem ligados e se preparem para ficar surpresos!”

É aí que entra a dúvida: Se a contagem termina amanhã, porque o parágrafo acima fala do dia 4 de outubro? Bem, pode ser que eles tenham esquecido de atualizar o texto.

Ok.

No entanto, também pode ser que o contador aqui embaixo (que é o mesmo da página do site do Bob) tenha sido colocado na página aleatoriamente, o que não faz nem um pouco de sentido.


AH! E tem mais uma incógnita nesse mistério: Bruno Astuto, que entrevistou a Cher para o Mais Você, falou no programa que Cher tinha dito que retornaria com os shows em maio.

Uma venda de ingressos que começando amanhã para a volta em maio faz sentido, né?

Sim, estamos tão confusos quanto vocês mas não dava pra ir dormir sem compartilhar isso com vocês.

E aí, o que acham? Vai ter venda amanhã ou é só uma zoeira no site do Bob?

Cher brilha e emociona no amfAR Inspiration Gala São Paulo

amfarbanner2

Antes tarde do que nunca, né? hahahahah

Hoje completa uma semana que nossa diva Cher participou do amfAR Inspiration Gala São Paulo, evento do amfAR (Fundação Americana de Pesquisa da AIDS). Muito mais do que reunir famosos num tapete vermelho e dar a eles Möet de graça, o evento visou a arrecadação de fundos para as pesquisas para descobrir a cura da AIDS.

Cher passou a sexta passada quase inteira em seu quarto no Hotel Emiliano, em São Paulo. Pauly, Laurie e Loree estavam prontas pouco antes das 21h. Nem sinal da Cher.

Eis que às 21h20min, Cher aparece no tapete vermelho linda em um pretinho básico.

11085123_982498858442063_1809171515_n

10439401_841864445890559_8097243876573497502_n

No tapete vermelho, Cher felizmente concedeu uma entrevista ao Bruno Astuto do Mais Você como vocês podem ver abaixo clicando aqui embaixo, na miniatura

Atenção a partir do minuto 2:00 quando o Bruno comenta que Cher disse na entrevista que a Dressed To Kill Tour volta em maio!

Após a chegada, Cher ficou cerca de 2h no evento tirando fotos, com a cantora Alcione e com o anfitrião, Felipe Diniz, por exemplo.

Por volta da meia noite, Cher subiu ao palco para receber o Prêmio de Inspiração do amfAR. Assista o vídeo abaixo e se emocione. Tanto com o discurso da Cher (que começa aos 5:42) como com a linda introdução do Kevin Frost, CEO da amfAR. Vale a pena ver desde o início! É só clicar na miniatura aqui embaixo!

No palco, Cher utilizou um figurino à cherokee. Ela disse no Twitter que ela teve a ideia e pediu para um costureira torná-lo realidade.

11085099_655631754566020_1885542072_n

Após o discurso Jean Paul Gaultier, outro homenageado da noite, subiu ao palco e, após dizer que sempre foi fã da diva, ganhou um selinho!

2015amfar_2013

Depois desse momento, Cher permaneceu na festa até as 2h da manhã, aproximadamente.

Todas as fotos do evento, em altíssima qualidade, vocês podem ver nesse link aqui dos nossos amigos russos do Cher Love.

No dia seguinte, além de tirar foto com fãs no saguão do hotel, Cher tinha um último compromisso no Brasil. Um dos prêmios do leilão realizado no evento era um almoço com a diva. O comprador desembolsou 100 mil dólares (pouco mais de 300 mil reais) para ter esse momento delicioso com a nossa deusa. Não sabemos quem foi o felizardo que teve essa oportunidade mas ficamos muito felizes por ele (e com um pouquinho de inveja também. rs)

Após esse compromisso, a diva pegou suas malas e voltou para os Estados Unidos.

Gente… Foi tão bom ter a Cher aqui, mesmo que por 4 dias. Ela fez muitos lovelies felizes ao ser super acessível para tirar fotos. MUITOS MESMO! Ela ficou um pouco assustada com a recepção calorosa (e com as fotos com flash) na saída do hotel na quinta-feira para ir ao SP Arte mas certamente adorou a forma afetuosa como os lovelies a receberam.

Infelizmente nem todos os lovelies brasileiros tiveram a oportunidade de tirar uma foto com ela, ou encontrá-la na exposição ou no evento. No entanto, é muito grande (ainda mais após essa visita) a vontade dela de vir ao Brasil com a Dressed To Kill Tour. Ela adorou nosso país! A comida, as pessoas… E quer voltar em breve!

Resta a nós, pobres lovelies, torcer para que esse sonho se realize e que tenhamos nossa deusa do pop cantando seus hits e fazendo seu monólogo hilário em solo brasileiro!

Agradecemos a todos os lovelies que estiveram conosco nos dias em que ficamos de plantão, em busca de cada notícia, cada foto… Estamos preparando um post com os números destes dias. Gente… Foi incrível. Só de curtidas foram mais de 400 em três dias! Vocês são lindos.

E QUE VENHA A DRESSED TO KILL TOUR!

#CherNoBrasil: Dia 2 (09.04)

CherSPArtebanner

O segundo dia da Cher em nosso país foi de oito a oitenta. Durante boa parte do dia nossa diva ficou em sua suíte no Hotel Emiliano, em São Paulo. O máximo que aconteceu foi ela twittar duas vezes.

Até então, ok. Nada demais.

Por volta das 18h, o oito começou a virar 80. rs Paulette disse que elas estavam se preparando para sair. Os fãs, como vocês podem ver clicando aqui, já estavam na frente do hotel esperando Cher e sua comitiva.

Quase duas horas depois, Pauly divulga o vídeo abaixo, da Cher apresentando a suíte.

“Ok, tenho que fazer isso rápido. Esta é minha cama incrível, esse é minha encharpe, essa é minha bolsa, esse é meu espelho e… :D

25min depois, Cher estava na frente do hotel tirando foto com os lovelies <3

Todas as fotos que a Cher tirou na saída do hotel você pode ver no nosso Facebook clicando aqui

Pois bem. Cher saiu do hotel e foi pra onde? Jantar? Passear? Fazer compras? Acertou quem disse visitar a SP Arte, no Pavilhão do Ibirapuera.

928792_412361558941794_1580843129_n

Na foto acima (que nós adoramos) Cher está chegando no Pavilhão. A foto aqui embaixo (que ilustra o post no Facebook) seria a foto oficial do evento (postada pelo perfil do Iguatemi no Instagram) e que… Não tem muito o que explicar. Só apreciar.

CherSPArte2

Mais algumas fotos com melhor qualidade…

CherSParte4

CherSParte3

AH! Clicando aqui, você pode ver todas as fotos (divulgadas até agora) da nossa diva no evento, incluindo uma foto do quarteto fantástico (Cher, Paulette, Laurie e Loree)

Cher ficou aproximadamente duas horas no evento e por volta das 22h15min já estava voltando ao hotel.

Bem… O dia de hoje tem tudo pra ser melhor ainda! Não sabemos se a Cher tem algum compromisso durante o dia. Se tiver, os fãs de plantão certamente poderão contar com mais uma sessão de fotos. Caso ela decida passar o dia dentro do quarto (como ontem) e só sair na hora de ir para o evento do amfAR, aí achamos mais difícil ela parar.

De qualquer forma, se não tiver foto com os lovelies, teremos fotos no evento. Esperamos que ela use um figurino maravilhoso para ser notícia (mais uma vez) em todo o mundo.

Continuaremos nosso plantão 24h, para levar a vocês as melhores informações e fotos sobre a Cher aqui no Brasil. Acompanhem tudo pelo Facebook pela hashtag #CherNoBrasil.

Agradecemos a todos os lovelies que nos enviaram fotos, que interagem conosco no Twitter, no Facebook… Essas últimas 24h tem sido incrivelmente cheias de amor. Muito obrigado mesmo. Vocês são uns lindos e a Cher tem muita sorte de ter vocês como fãs!