CTTT volta ao top 200 da Billboard e IHYFI sobe

bannerdtk2

Com a Dressed To Kill Tour, o Closer To The Truth, último álbum da Cher, ganhou um boost nas vendas.

Semana passada ele apareceu na posição #127 entre os mais vendidos nos EUA e nessa semana, aparece na posição #76!

I Hope You Find It tem ganhado espaço no chart Contemporâneo Adulto, e atingiu um novo peak na atualização dessa semana, na posição #17

Segue a posição do CTT na Billboard 200 desde seu lançamento:

3/8/11/8/13/24/33/15/36/122/130/118/154/200/-/-/36/176/80/-/-/-/80/-/-/127/76

Abaixo, uma tabela aproximada das vendas do CTTT:

USA – 285.000
UK – 56.000
Canada – 41,588
Germany – 31.000
Brazil – 8.000

I Walk Alone chega às rádios do Reino Unido

gnbanner

Ano novo, turnê nova, single novo!

Hoje, dia 13 de janeiro, I Walk Alone foi enviada às rádios do Reino Unido. A faixa, que é uma das preferidas dos fãs e da crítica, estreou na BBC Radio 2 e já foi tocada algumas vezes, como você pode ver nessa lista.

Ouça abaixo a versão de I Walk Alone para as rádios.

A versão tocada nas rádios é 30s menor do que a original, que possui uma introdução um pouco maior e alguns trechos a mais.

Vamos torcer para que o novo single da diva seja divulgado de alguma forma no Reino Unido, porque qualidade pra ser #1 ela tem, né?

Ouça os remixes oficiais de Take it Like a Man

4banner

yay! Conforme nós adiantamos na semana passada, Take it Like a Man será o novo single do Closer To The Truth.

E para divulgar essa música, que segundo críticos “é o novo hino gay” da Cher, a gravadora encomendou alguns remixes para que a faixa possa ser tocada em boates.

Segue a tracklist do maxi single

tilamrx1

Clique aqui para ouvir

As faixas ainda não estão disponíveis no iTunes BR!

Closer To The Truth nos rankings

No dia de seu lançamento (24), Closer To The Truth disparou para as primeiras posições dos sites que oferecem seu download digital.

No iTunes (EUA), Cher alcançou o posto mais alto na seção Pop e por pouco não conseguiu o mesmo no ranking geral de álbuns, permanecendo em 2º.

top pop

Também na Amazon, nossa deusa esteve em 2º, equiparando ao ranking universal de álbuns do iTunes americano.

amazon-top-albums-e1380051949236

Outro fato curioso é a clareza da relevância de promover músicas de um álbum, como nossa diva o fez tanto no Today Show na manhã de segunda-feira (23), como no Late Show with David Letterman na terça-feira (24) cantando I Hope You Find It. Como resultado da promoção, o cover da Miley Cyrus tornou-se a segunda música mais popular do álbum.

singles popularity

Com o lyric video, a tendência é que essa belíssima balada dispare ainda mais.

O que acham, lovelies… ou melhor, #CherCrew?! Gostaram da escolha de I Hope You Find It como novo single?

Cher participa de festa em NY e twitta sobre viagem

Cher participou de uma festa para celebrar o lançamento do seu 26º álbum, o Closer To The Truth.

Abaixo um vídeo do início da festa.

“(…) E eu acho que sou uma criatura estranha, estou começando a realmente acreditar em mim mesma. Porque… Tenho 100 anos e ainda estou por aqui, minha música é muito boa… E estou muito animada e feliz por vocês estarem aqui

Depois da festa, nossa diva postou uma foto no Twitter com a legenda:

cttpty32

Eu, festando na Big Apple! Levantei às 4h30min da manhã e fui dormir à 1h. Estou indo pra casa… Tenho que começar a agir como alguém da minha idade!

Hoje pela manhã, às 10h30min, ela twittou que tinha acabado de chegar em casa e que as atividades agora são “descansar, visitar uma ONG que cuida de animais, nadar um pouco, gravar algo para o TCM e então fazer as malas para ir à Europa”.

Lembrando que a viagem à Europa deve acontecer nos próximos dias, visto que ela participará do programa “Wetten, dass?” na semana que vem.

E se você ainda não garantiu sua cópia do Closer To The Truth, clique aqui e compre já a sua!

Cher se apresenta no Today Show + Anúncio da turnê

Cher se apresentou hoje pela manhã no programa Today Show, no qual apresentou Woman’s World, I Hope You Find It (segundo single? haha) e, é claro, Believe.

Vejam os vídeos abaixo!

E não pensem que acabou!

Cher aproveitou o programa para anunciar oficialmente sua nova turnê, a Dressed To Kill Tour

dtktourposter

As primeiras 50 datas já foram anunciadas (todas para os Estados Unidos e Canadá) e o primeiro show acontecerá no dia 22 de março de 2014, em Phoenix, no estado do Arizona! Clique aqui para ver as datas anunciadas!

Os preços dos ingressos variam entre 124 e 154 dólares (respectivamente, 340 e 275 reais)!

E amanhã é o grande dia! Depois de 12 anos de espera, Cher finalmente lançará um novo álbum!

Se você ainda não comprou o seu, clique aqui e garanta a sua cópia!

Prévia de entrevista ao Sunday Night

Cher gravou uma super entrevista com o programa australiano Sunday Night.

“Cher finalmente quebra o silêncio.

A infância em um orfanato… A dificuldade de ser mãe solteira… Os affairs secretos com artistas de Hollywood…

Como você sabe tudo isso?!

Nada pode impedí-la. E agora ela está retornando.

Pela primeira vez, em sua mansão em Malibu: Cher, segredos íntimos.”

O programa vai ao ar na noite desse domingo, 22, na Australia. Será manhã aqui no Brasil então ganhamos mais um dia para trabalhar na tradução! hahah Teremos a entrevista traduzida no máximo até segunda ou terça-feira!

Entrevista completa ao USA Today

gpgbanner

Promovendo o Closer To The Truth, Cher concedeu uma entrevista ao USA Today, publicada ontem.

Confira a tradução abaixo:

“Aos 67 anos, Cher retorna com um novo álbum, explicando, “O que mais eu poderia fazer? Eu amo cantar”.

Em Junho, Cher trouxe os holofotes para a final do The Voice para liberar o hino dance Woman’s World, o primeiro single do Closer to the Truth, seu primeiro álbum desde 2002. A poderosa dos palcos com 50 anos de performances atrás dela admite que se sentiu aterrorizada.

Todos julgam você em algo que acabou de fazer”, diz ela. “Logo depois que eu saí de lá, eu contei à minha mãe, ‘Estou suando muito. Eu sou uma coisa velha. Minha carreira não é nada’. É minha primeira vez ‘fora da caixa’ em 12 anos, na frente de 20 milhões de pessoas. Se tivesse sido horrível, eles iriam me incomodar por toda a minha vida. Minha carreira teria terminado de uma maneira tão triste”.

Nossa. Uma ganhadora de Oscar, Emmy, Grammy, 3 Globos de Ouro, com 100 milhões de álbuns solos vendidos e com status de diva por metade de um século não acredita em seu talento?

Ah, não, nem um pouco”, diz ela. “Eu continuo voltando porque eu não tenho outro lugar para ir. O que mais eu poderia fazer? Eu amo cantar.

É por isso que ela voltará para a estrada, oito anos após o fim de sua Farewell tour que totalizou um valor de U$192,5 milhões com 273 shows.

A estrada é um lugar desagradável e solitário”, diz ela. “Os shows fazem valer a pena. Se eu não fizesse agora, eu nunca mais faria de novo. Tina (Turner) abandonou isso quando tinha 70 anos, mas… ela é tão forte e tem uma energia que nunca vi em nenhum ser humano.

Sexta à noite, Cher está escondida em sua casa italiana-renascentista de 16.000 m², em uma costa com vista para o Pacífico. Ela de pernas cruzadas e descalça em um sofá no quarto do andar de cima, bebendo uma lata de Dr. Pepper enquanto velas aromáticas brilham e o Sr. Big, um gato cinza salvo machucado durante a Believe Tour, se enrola aos pés da cama. Sem maquiagem. Seus longos cabelos pretos caindo por trás de seus ombros. Ela parece enfraquecida e em equilíbrio em um casaco de lã e leggings pretas. Tendo em conta essa suave Cher, 67, ela ainda poderia ficar emplacada em casas noturnas que irão bombar Red e Dressed to Kill.

E ainda sua idade é a piada da conversa.

Faz tanto tempo desde que fiz um disco – Não desde os gramofones”, diz ela. “Eu não posso ir para a rádio porque eles não estão tocando mulheres que estão com quase 100 anos”.

Pergunte a ela como a indústria pode possivelmente ignorar uma estrela global simplesmente por passar pela entrada da Medicare, e ela diz, “Ó meu Deus, olhe no espelho! Fica difícil quando você está trabalhando contra garotas em seus 20 anos. Me diga, quem na minha idade está fazendo um disco e quer estar nas rádios? Quando eu comecei, pensei que já estaria morta agora.

Até mesmo Cher subestima o poder da Cher. Em 1998, com 52 anos, ela se tornou a mulher mais velha a ter um número 1 na Billboard Hot 100 com Believe, a faixa vencedora de Grammy que ficou no topo de muitos charts ao redor do mundo, vendendo 20 milhões de cópias.

Enquanto ela insiste que não há vantagens para o envelhecimento (“Eu não vou mentir e dizer que sou esperta; eu não aprendi nada desde os meus 40 anos”), Cher diz que não irá impedi-la. Ela está aliviada que os anos não acabaram com seus poderes vocais, quando felizmente descobriu ao gravar a poderosa balada da trilha sonora de Burlesque (2010), uma faixa bônus na versão deluxe do Closer to the Truth.

Várias pessoas na minha idade estão caindo e não tem muita voz mais”, diz ela. “Eu estava completamente chocada com You Haven’t Seen the Last of Me. Eu dizia, ‘Não consigo cantar essa música’. Eu fiz com todas as minhas forças, uma total surpresa. Me deu um pouco de confiança”.

Ela livremente mostra erros, embora sejam superficiais em Closer to the Truth: O título (“Eu deveria ter o chamado de Dressed to Kill) e a capa sexy (cabelo platinado, lingerie simples, travesseiro peludo).
Eu queria que fosse como uma Playboy, mas as pessoas não entenderam e levaram a sério”, diz ela. “Você comete erros, você paga e segue em frente”.

Ela dá de ombros para o dueto com a Lady Gaga, The Greatest Thing. Não gostando do resultado, Gaga retirou ele do Closer to the Truth, e uma versão não finalizada vazou mês passado.

Ela não gostou”, Cher diz. “Eu não estava empolgada com a minha parte, e ela não estava empolgada com a dela, e nenhuma de nós estava empolgada com a música. Foi ela quem disse, ‘Eu não quero que seja lançada’. Eu teria dado outra chance e regravado meus vocais e achado outra pessoa para fazer a música. Mas ela já tinha esquecido, e a música é dela”.

Não há má vontade. “Gaga conseguiu da mesma maneira com que Madonna conseguiu, teve algo que te fez parar e falar, ‘O que é aquilo?’” diz Cher, que também é uma fã de Bruno Mars, Adele e Amy Winehouse. “Não são apenas roupas loucas. Madonna era atenciosa e sabia o que aconteceria antes de qualquer pessoa”.

Uma legendária ‘empurradora’ de limites na moda e em vídeos, Cher abriu as portas para gerações de novos artistas pop, e ela admira aqueles que se arriscam.

Miley Cyrus? Nem tanto. Seu ataque de ‘twerk’ no VMA “foi tão ruim”, diz Cher. “Eu não sou antiquada. Ela poderia ter vindo pelada, e se ela tivesse agitado o evento, eu teria dito, ‘Vai lá garota’. É que não foi bem feito. Ela não consegue dançar, o corpo dela estava horrível, a música não era boa, uma parte estava saindo para fora. E, garota, não ponha sua língua para fora se ela estiver suja.

As tiradas mais ousadas da Cher hoje em dia são menos TMZ do que WMD. Ela tem informado e toma parte na crise da Síria, no processo contra a Chevron em relação a poluição com óleo no Equador, na deterioração dos direitos das mulheres e no surto de leis contra a alimentação aos desabrigados.

Eu sou divertida e louca no Twitter”, diz ela. “Eu falo sobre coisas importantes, coisas estúpidas. Eu reclamo dos políticos. O que eles vão fazer comigo agora?

Eu não consigo soletrar ou escrever corretamente, mas eu sou mais esperta e mais séria do que as pessoas pensam. Eu não sou descartável quando se trata de ir fundo e se envolver de verdade em algo. Vários artistas que eu conheço fazem tanto. É nosso dever retribuir”.

Ela explode.
Sim: ‘Morra, v****.’ Mas se você não fizer nada, nada irá mudar”.

Citando as recentes leis anti-gays do país, Cher negou um convite para abrir as Olimpíadas de inverno do ano que vem na Rússia.

É uma droga porque eu tenho tantos amigos e fãs russos, mas eu não posso fazer isso”, diz ela. “O que eles estão fazendo é desumano e triste”.

Casada duas vezes e mãe de dois filhos (Elijah Blue, cantor e Chaz, escritor/ator/ativista), Cher está menos esperançosa em sua vida amorosa.

Se você falar sobre isso, fica arruinado!”, diz ela.

Ela encontra refúgio do stress no budismo, “mas provavelmente eu sou a pior budista do mundo, porque eu tenho um temperamento terrível”.

Este não é nem o pior nem o melhor momento da sua vida. Ela era mais feliz na década de 80.

Eu tive o namorado mais fabuloso (o padeiro Rob Camilletti), as crianças eram jovens, Nova Iorque era maravilhosa, eu estava fazendo filmes e discos. Tudo funcionava perfeitamente, era divino”.

Um dos pontos baixos veio depois do seu divórcio com Sonny Bono (seu primeiro marido) em 1975.

Eu pensava que nunca sairia daquele buraco”, diz ela. “Eu não tinha dinheiro, e eu tinha que pagar à ele 2 milhões. Levou um bom tempo. Eu fiz meu caminho até Las Vegas, fazendo dois shows por noite. Meus empresários estavam fazendo mais dinheiro do que eu. Eu tenho orgulho de mim mesma por ainda estar aqui. Várias pessoas foram gigantes, e agora eles sumiram”.

Se Cher pudesse voltar ao tempo, ela diria a ela mais jovem para esclarecer melhor as coisas. “Eu esqueci a maioria das coisas que eram importantes para mim naquele tempo. Eu era tão dramática.”.

A idade conseguiu amadurecer a deusa do pop?

Absolutamente não”, diz ela.

Prévia de entrevista ao canal E!

ctjbanner

Como dissemos ontem aqui no CB, Cher concedeu algumas novas entrevistas.

E nós já temos a prévia de uma delas, a do canal E!. Confiram a tradução abaixo.

“Cher sabe como é mostrar seu umbigo e as costas nuas em rede nacional, mas isso não significa que ela é fã da polêmica performance de Miley Cyrus no VMA.

“Estou pouco me f*dendo se ela quiser aparecer pelada”, disse Cher para mim ontem, em sua magnífica casa em Malibu com vista para o oceano Pacífico enquanto promovia se novo álbum, Closer to the Truth (à venda no dia 24/09). “Apenas seja melhor, faça melhor.”

Cher dá alguns pontos à Miley por tentar algo novo.

Talvez ela esteja animada e orgulhosa – todo mundo está falando sobre aquilo“, disse ela. “E isso é quase tão bom quanto se a apresentação tivesse sido boa, entende. Especialmente por ela fazer o que faz na idade dela. Não faz diferença se você é bom. Faz diferença se as pessoas estão falando sobre isso”

E mesmo que a diva de 67 anos ainda esteja em ótima forma, ela não cogita fazer o “twerking” tão cedo. “Eu não quero fazer,” disse Cher. “Poderia fazer se quisesse. Mas, quer saber, se é realmente aquilo que parece ser, eu não estou interessada. Tenho visto outras pessoas fazendo melhor.” (Em tempo: o twerk é algo parecido com o famoso “quadradinho de oito”)

Coincidentemente, “Woman’s World,” o primeiro single do novo álbum da Cher é um hino que enaltece as mulheres. Como seria o mundo se Cher fosse a chefe?

“Eu aboliria o Congresso e o Senado e seria a rainha. Seria muito benevolente e daria às mulheres os direitos que elas merecem.”

Ela ainda diz que não gosta de reality shows. No entanto, admite que assiste “Long Island Medium” e “Property Brothers.”

Já assisti a Corrida das Drags da RuPaul algumas vezes. Mas aqueles caras são umas piranhas! Dá vontade de tirar todos dali!

I Hope You Find It será single na Europa

ct3banner

Alguns lovelies do Yuku perceberam que havia um item um tanto quanto especial no site da Amazon alemã: um single duplo de Woman’s World e I Hope You Find It. O item tem data de lançamento prevista para o dia 4 de outubro… O mesmo dia do lançamento do Closer To The Truth na Alemanha.

Se isso não é prova suficiente, espere até ler o próximo parágrafo.

Um lovelie perguntou para a Cher no Twitter se é realmente verdade que I Hope You Find It e Woman’s World serão singles na Alemanha. Ela respondeu:

Todo lovelie sabe que “Hmmmmmm” na linguagem da Cher significa um sonoro “sim”!

Ouça I Hope You Find It clicando aqui! (Clique no player no canto superior direito)

Para ouvir a versão original, gravada pela Miley Cyrus, clique aqui

Lembrando que, em outubro, Cher divulgará o Closer To The Truth na Europa. Na Alemanha, participará do programa Wetten, dass..?, no qual provavelmente performará seu novo (ou seus novos) singles!

Ou seja… Chega logo outubro! Queremos ouvir I Hope You Find It ao vivo!

________________________________________________________________________________

ATUALIZAÇÃO (17/09 14h): I Hope You Find It foi adicionada às rádios europeias hoje pela manhã. A rádio inglesa BBC Radio 2 tocou a faixa na manhã de hoje!